Em dia D, mais de 100 profissionais vistoriam imóveis contra dengue em Campo Grande

O bairro Estrela do Sul recebe neste sábado (21) e domingo (22) ação de conscientização contra a dengue e outras doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti. Mais de 100 pessoas participam das atividades.

São 85 agentes de combate às endemias e 20 trabalhadores do  (Programa de Inclusão Profissional), que vão auxiliar na retirada de s, lixo e outros materiais que acumulem água, criadouro do mosquito.

Coordenador de Controle de Endemias Vetoriais da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Vagner Ricardo dos Santos garantiu que a ação chegará a outros bairros.

“Esperamos que as pessoas recebam os agentes, mas não temos expectativa de encontrar muitos focos. Isso só deve ocorrer nas próximas semanas”, afirmou.

Quem tiver ou morar com alguém com sintomas da Covid-19 ou ser integrante do  de contágio da doença causada pelo novo coronavírus, pode agendar uma vistoria.

Em dia D, mais de 100 profissionais vistoriam imóveis contra dengue em Campo GrandeFoto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax

Parte das atividades está concentrada na praça do bairro, que foca na orientação até mesmo com maquetes sobre o ciclo de vida do Aedes aegypti. O CBMMS (Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul) também participa.

Os militares estão usando drones para ajudar na vistoria e fornecem escadas para que os agentes verifiquem locais altos. Chaveiros vão ajudar na entrada em imóveis fechados ou abandonados.

A reportagem acompanhou a primeira vistoria em uma casa abandonada. Apesar da grande quantidade de , apenas um foco foi encontrado.

Alta

Faltando um mês para encerrar o ano, Mato Grosso do Sul superou o número de mortes registradas em 2019 e soma 42 vítimas que morreram pela doença e 31 delas ocorreram somente nos três primeiros meses do ano.

De acordo com boletim epidemiológico divulgado na quarta-feira (18), Campo Grande soma 18.948 notificações pela doença e 12.641 confirmações. Três Lagoas aparece com 4.066 notificações e 2.790; Corumbá, com 4.030 notificações e 1.671; Ponta Porã com 5.527 notificações e 4.093 e Dourados, com 2.205 notificações e 1.197.


Crédito imagem: Divulgação

Crédito matéria: Adriel Mattos e Danielle Errobidarte