Com lotação de leitos de UTI, idosa com coronavírus aguarda vaga na Unimed

Uma idosa de 78 anos está aguardando leito de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), no Hospital da Unimed de Campo Grande. Diagnosticada com , o novo coronavírus, paciente esteve no local por 4 dias e quadro piorou nesta sexta-feira (27). O setor está lotado e com todos os leitos em uso.

Conforme o neto, que preferiu não se identificar, a avó, que é diabética e faz parte do grupo de risco, foi até a unidade com os sintomas onde recebeu a confirmação do teste. Durante três dias, os médicos pediram para ela voltar e tratar a doença.

“Ela foi e eles disseram que não tinha necessidade de internação, mas ontem e hoje ela teve febre alta. Voltamos para o hospital e eles disseram que ela precisa ficar internada, mas não tem vagas e nem previsão”, disse.

O pai do rapaz está internado na UTI entubado. A avó é a oitava paciente na fila por internação no setor.

No início do mês, o hospital emitiu alerta para o aumento de casos e tempo maior na espera por atendimento. De acordo com o boletim de status de ocupação geral de leitos, nas três unidades de UTI especialidade em tratamento de , os 30 leitos estão ocupados.

 


Crédito imagem: Divulgação

Crédito matéria: Karina Campos